quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Régua


Tudo tem que ser simétrico
Como o tempo que ecoa
Com centímetro e metro
Tudo tem que ter tamanho
Como esse poema
Que estranho à ti voa.

Nenhum comentário: