quarta-feira, 23 de maio de 2012

Pior Amor do Mundo... - Charles Sophie

  Eu, bela e formosa como sou, encontrei um mago que prometia com suas magias trazer-me todo amor que preciso. Perguntei ao pequeno homem com bigode fino e ralos cabelos na cabeça quem seria o melhor Amor pra mim. "Pra ti minha pequena dama, tenho O Pior Amor do Mundo". Ora, não de se espantar relutei contra sua resposta tao absurda. Quem no universo gostaria do pior amor do mundo?
  "Dificilmente lhe dará flores - disse ele -, mas quando o fizer sera tao puro quanto as flores a ti entregues. Ira esquecer algumas datas nada perdoáveis, porem quando o lembrar seu coração saltara em festa e gozo de saber que já se foram vários invernos ao seu lado sempre o protegendo do velho mundo frio. Não será tao forte quanto tantos outros nem tao másculo e viril mas muito mais protetor do que mil fortes homens do rei para que nada vos aconteça. Quase não vera seu novo corte de cabelo muito menos seu novo perfume e mesmo assim te fara um cafuné todas as noites dizendo como é maravilhoso ter seu cheiro sempre por perto. Raramente ira ter cafe na cama mas nunca te faltara alimento. E como um bastardo mouco, algumas vezes ira passear em pensamentos e não ira te ouvir, mas tenha paciência, pois n'outras horas tu seras unica nas suas ideias. Cabe a ti minha donzela, quereres ou nao tal Amor."
  Mas o pedi todo amor que preciso!
  "E é este que, horas boas horas ruins, tu sempre ira procurar".