Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2017

Ânimo, do latim, Alma

Imagem
A gente só cansa as vezes.
O sol acordou e a cama não nos larga. A noite foi mal dormida e a insônia é sempre a melhor companhia. Sair não é mais tão interessante e as discursões perderam seu brilho.
Desista-se dos sonhos, desejos, vontades e a única coisa que queremos é um lugar de silêncio pra tomar um chá.
A gente só cansa as vezes.
Cansamos do trabalho, das pessoas, da família, cansa-se da vida. Perde-se a tara pra sacanagem, pro álcool e outros prazeres. Cansamos de dar justificativas, de falar do amor, de rir das piadas e de tudo que antes era pulsão na nossa alma.
A gente só cansa.
E nem é mais tão sofrido, porque cansamos também do choro notívago, da auto crítica, de buscar soluções e das tristezas comuns. Cansamos de ficar cansados. Cansamos até de tentar morrer depois de tantos ensaios elucubrados.
A gente só cansa as vezes.
Cansamos de nós e da dura impossibilidade de poder descansar.
Cansamos de não poder ficar cansados. De estar sempre dispostos. Simplesmente cansamos.