quinta-feira, 13 de novembro de 2008

O que mais odeio nessa vida...


O que mais odeio nessa vida
Não é o terror, a guerra, a fome,
Não é o desamor dado por iguais.
Muito menos as chuvas em dias de festa.

O que mais odeio nessa vida
Ultrapassa as chatices das aulas de aritmética
Do vento que bagunça o cabelo
E ate dos curtos fins de semana.

O que mais odeio nessa vida
Não se limita a pisar em merda
Ou pegar ônibus lotado na parada.

O que mais odeio nessa vida
É viver caminhando só,Enquanto te amo tanto.

Um comentário:

Gabi Oliveira disse...

Quem ama não anda só
Nem tampouco é abandonado
Vive com dor profunda
Mas esta sempre acompanhado

Quem ama gosta
Até de aula de matemática
Acha no terror e na guerra
Pra poesia uma temática

Acha todo fim de semana curto
Todo dia de chuva uma festa
Se limita amar
E nada no mundo detesta