quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Algo no Nada...


Eu não tenho nada.
O nada que me faz algo
Se não tenho nada tenho logo
Algo.
Pena que tenho algo
Queria ter nada para não ter algo
Pois o algo pode ser nada
E ter nada é ter algo.
Então eu tenho algo
Esse algo que é nada
Que ilude meu vazio
Fingindo ser algo
E preenche todo espaço
Do nada com algo, enquanto
Poderia ter algo no nada
Que seria tudo e não pranto
Do meu algo iludido
Que insiste em fingir ser
Algo no nada
No meu tudo perdido.

2 comentários:

Gabriela disse...

Eu nao tenho tudo
Nem tenho tudo que "preciso"
Eu posso ter muito pouco
Mas com esse pouco que eu vivo

Eu nao quero ter tudo
Tudo e coisa demais
Nunca vi alguem que o tivesse
Ninguem nunca se satisfaz

Queria um pouco pra mim
E outro pouco pra vc
Assim quando a mim algo faltasse
Poderiamos entao nos ver

Ja me perdi de muitos amigos
Nesse mundo de muitos ninguens
Nao quero entao ter de tudo
Para nao perde-lo tambem

johnkbca disse...

boa tambem...