quarta-feira, 5 de abril de 2017

Livro - Capitulo 1

Olá,
     Provavelmente não me conhece, então irei me apresentar sem muitos rodeios, pois minha paciência é curta e meu tempo importante. Sou seu Livro. Por favor, não me diga que não entendeu, não tenho tempo para parvos limitados como você. Não leu errado, sou seu Livro sim. Aquele que você abre todos os dias para ler e aprender sobre algo ou descobrir como vai terminar certa historia. Sou o romance de cabeceira, o reflexo do filosofo, o pensamento do critico, sou o Livro que você leu algum tempo atrás. Sabe aquela ficção, drama, biografia, estudo ou sei lá que bulhufas lhe interessa? Então, prazer, Livro.
     Não irei me admirar se não estiver entendendo, pois no geral os seres humanos são ridiculamente idiotas e de mentes minúsculas, e você não deve sair do padrão. Desculpe minha indisciplina com as palavras, mas quando se lê tantas mentes acaba-se perdendo um pouco o tato “humano”, considerando que sou apenas um Livro. Explico-lhe;
     Contumazmente as pessoas tem acreditado que quando pegam seus livros tão preciosos para ler, estão apenas absorvendo informações e viajando em seus mundos medíocres de fantasia, infelizmente venho lhe dizer que todas as vezes que tu abriu uma pagina de seu livro, eu lia você. Sim, eu Livro aproveitava seu olhar focado e interessado em minhas palavras tão bem formatadas para entrar em sua mente e me interter um pouco. Grande parte possuía historias magníficas de vida, outras eram apenas mentes apavoradas e perdidas, sem controle de seu próprio destino. Não as culpo, seu mundo é um caos sem fim.
     Decidi contar o que li em cada um de vocês. Nos meus anos a fio confabulando e remexendo miolos de ideias, deparei-me com historias fantásticas de vida; amores, mortes, paixões, amizades, religião, família, sentido, felicidade e vários outros assuntos que me deixavam cada dia mais interessado no individuo que me folheava. Um universo de fabulas se esconde na mente, atrás de medos e traumas que nem seu próprio possuidor as conhece. Descobri segredos obscuros, amores magoados, sofrimento disfarçado, felicidades sem sentido, desespero oculto e milhares de falsas personas. Não espere minha neutralidade, não preciso e acredito que você já tenha muitos meios-termos em sua realidade e se tem um quoeficiente intelectual maior que um chimpanzé em coma, percebeu que não me dou bem com leitores de Autoajuda. Meu estoicismo os oprime.
     Daqui em diante me perdoe se eu lhe causar algum achaque, é de minha natureza e não se trata de nada pessoal, bem, talvez se trate, mas não importa. Leia com atenção, pois talvez eu já tenha lhe observado em alguma biblioteca, no sofá, sentado na escrivaninha ou deitado no fim da noite em sua cama. Talvez eu já tenha lido seus sonhos, seus abandonos e idiotices e por acaso sua historia esteja aqui. Mas não tema, nem tudo é desilusão e grosseria, sei reconhecer um bom amante e um ótimo personagem nesta peça teatral. Sei valorizar os atores e suas essências. Como Livro que sou, me importo com o sentimento de minhas palavras quando assim elas devam ser, então fique tranquilo. Tentarei ser claro de todas as maneiras possíveis, terás acesso a varias facetas de possibilidades, não me limitarei a contos ou longos textos, muito menos a frases prontas ou estudos científicos. Tudo que anseio é lhe apresentar o outro lado da capa, o espelho da pagina. Tudo que quero lhe apresentar, é Você.

Nenhum comentário: