domingo, 29 de abril de 2012

Cair da tarde...

Todos os dias caminho pelas mesmas ruas
Caminho pelas mesmas pessoas
Ando pelas mesmas ideias

Todos os dias vejo os mesmos predios
Comprimento as mesmas mentes
Saudando aa mesmas palavras.

Todos os dias um tostão négo a um garoto na rua
Renego e ignoro o mesmo pedido
E volto a mesma passada

Porque me pedes alma carente
Se todos dias te nego pratas?
Nao aprendes ou é surdo?!

"Todos os dias nao te peço ouro
Nem roupa comida ou ajuda.
Te peço que refassa tua vida
Que mais que eu, é pra la de moribunda"

Nenhum comentário: